Alunos de Medicina recebem diploma em formatura extemporânea no HU

Na sexta, 02, cinco alunos do curso de Medicina da UEPG receberam seus diplomas em cerimônia de formatura extemporânea realizada no Hospital Universitário (HU-UEPG). A cerimônia aconteceu no hospital de forma inédita.

O professor Everson Krum, vice-reitor da UEPG, destaca que, dos cinco acadêmicos que receberam a imposição de grau na ocasião, quatro acessaram a universidade através das cotas de escolas públicas. “É gratificante ver a ascensão destes jovens e que, provavelmente, teriam muita dificuldade em fazer o curso em instituições particulares. Se não fossem as cotas, talvez não conseguissem finalizar o curso de qualidade”, comemora.

Um dos novos médicos é José Leonardo Rodrigues Nascimento da Luz, natural de Alegrete – RS, que já trabalhava como técnico em enfermagem e atuou durante a faculdade no Hospital de Clínicas de Curitiba. José Leonardo conta que fazia plantões em Curitiba e viajava várias vezes por semana. “A cada dois dias eu ia para Curitiba e voltava para cá. Foi muito difícil e, em alguns momentos, pensei em desistir”.

Ele complementa que quer dedicar o primeiro ano a trabalhar como médico e depois fazer uma especialização. “Um médico tem sempre que estudar, independente da especialidade precisa sempre estar se atualizando”, diz. “Estou feliz não só pelo meu esforço mas pela universidade, pela estrutura e pelos professores que sempre me apoiaram. Esta vitória é de muitos. Sozinho eu não conseguiria”.

Outros dois formandos também atuaram no serviço público durante a graduação. André Luis Betero, um dos recém graduados em Medicina, trabalha como técnico administrativo no Hospital Universitário, na Farmácia Hospitalar.

Informações da Assessoria de Imprensa\Foto: Aline Jasper

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *