Funcionários dos Correios podem aderir greve ainda hoje (31)

Por Igor Rosa

O clima esquentou nas negociações entre a empresa Correios e seus funcionários. Uma audiência está marcada para às 15h desta quarta-feira (31), no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Às 19h, um assembleia deve acontecer para repassar aos funcionários uma possível contra-proposta. Caso seja decidido pela maioroia, a partis das 22h de hoje, funcionários devem parar suas atividades.

Diminuição do número de vale-refeição e aumento de 900% no desconto; fim do vale peru e do vale cultura, corte na gratificação de férias, redução do adicional noturno, aumento do compartilhamento do plano de saúde somado à exclusão de pai e mãe com uma nova proposta de mensalidade, são algumas das novas imposições da estatal para os funcionários. Além do reajuste de apenas 0,8% – valor que não repõe nem o valor da data-base dos trabalhadores.

Uma audiência no TST está marcada para a tarde desta quarta-feira para discutir as propostas dos Correios. Uma assembleia deve definir a adesão ou não de uma paralisação coletiva, que pode acontecer a partir das 22h de hoje. “Vale ressaltar que o indicativo de greve está aprovado desde o dia 26”, relatou a assessoria de imprensa do Sintcom (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *