Patrulha Maria da Penha participa de ato em combate ao feminicídio

A Patrulha Maria da Penha, órgão vinculado a Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), participou do ato em combate ao feminicídio, realizado no Calçadão entre a manhã e a tarde de hoje (22). Organizado pela Comissão da Mulher da OAB/Ponta Grossa em parceria com o Núcleo Maria da Penha (NUMAPE) da UEPG, o ato tem como objetivo conscientizar a população sobre violência doméstica e o crime de feminicídio. A atividade aconteceu no Dia de Combate ao Feminicídio, data instituída pela lei estadual 19.873/2019, escolhida em lembrança à morte da advogada Tatiane Spitzner.

Entre 11h e 14h, oito agentes da Patrulha Maria da Penha estiveram no Calçadão distribuindo panfletos e conversando com a população. A estimativa é de que cerca de 500 pessoas tenham sido orientadas na abordagem. “Pudemos abrir um diálogo inicial com as mulheres”, afirma Liliane Chociai, coordenadora da Patrulha Maria da Penha. “Nós falamos da rede de assistência e proteção onde as mulheres podem ser ouvidas e receber assistência de forma a empoderar-se para realizar a denúncia”, complementa.

O ato faz parte de um esforço estadual da OAB, que também promove ações em várias outras cidades do Paraná. A Patrulha Maria da Penha recebeu um convite da OAB/Ponta Grossa para participar da atividade no centro da cidade. “É um ato simbólico, mas tudo que possa chamar a atenção e encorajar mulheres que estão em relações abusivas a denunciar sempre é muito importante”, explica.

A Patrulha Maria da Penha acompanha mensalmente cerca de 189 mulheres com medidas preventivas. O contato pode ser realizado através do telefone 153, da Guarda Municipal.

Com informações da Assessoria de Imprensa/Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *