Prolar inicia regularização fundiária de 60 famílias da Vila Liane

Desse total, aproximadamente 10 famílias que atualmente vivem em áreas de risco serão relocadas para um terreno do município devidamente regularizado.

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) realizou, no último sábado (13), uma reunião do Programa Minha Casa Legal, na Vila Liane. Cerca de 50 pessoas participaram do encontro, que marcou o início do processo de regularização fundiária na região e contou com a presença do prefeito Marcelo Rangel e do diretor-presidente da Companhia, Dino Schrutt.

“Sem dúvida nenhuma, esse é o maior projeto que a Prefeitura pode promover para dar o que é mais precioso para uma família, que é seu o patrimônio devidamente legalizado. Isso muda a vida das pessoas e nós vinhamos trabalhando há muito tempo para conseguir oferecer essa oportunidade para a nossa população”,  destaca o prefeito Marcelo Rangel.

De acordo com o diretor-presidente da Prolar, a expectativa é de que 60 famílias sejam atendidas na região. Desse total, aproximadamente 10 famílias que atualmente vivem em áreas de risco próximas ao arroio da Vila Liane serão relocadas para um terreno do município devidamente regularizado. “Nós temos aqui cerca de 60 famílias, que residem entre três e trinta anos no local, mas não tiveram a oportunidade de regularizar e de ter o seu documento, o título de domínio das suas casas. Algumas delas serão relocadas da área próximo ao arroio, que é um problema crônico que a cidade tem há mais de 20 anos aqui, para uma área do município. Nós lotearemos essas áreas e entregaremos até o final deste ano para que eles já possam ter uma melhoria de qualidade de vida”, explica Schrutt.

Moradoras há sete anos na Vila Liane, as irmãs Daniele e Franciele Batista comemoram  a oportunidade de viverem em imóveis devidamente regularizados. Elas contam que o Programa Minha Casa Legal permitirá que elas ofereçam uma estrutura melhor para suas famílias. “Pra mim é uma emoção muito grande porque eu sempre ficava pensando se eu podia aumentar minha casa, se eu podia fazer um quartinho pros meus filhos. Agora eu estou feliz, vou aumentar minha casinha, fazer o quarto para eles”, destaca Franciele.

“Eu me emocionei muito porque, muitas vezes, a gente estava dormindo e a água chegava até o topo da casa e tínhamos de sair correndo. Agora nós vamos ter o lugarzinho nosso regulamentado, saber que é nosso. É a melhor coisa do mundo”, completa Daniele.

Minha Casa Legal

O Programa Minha Casa Legal – Regularização Fundiária é uma iniciativa da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Prolar, que tem como objetivo promover e ampliar os dispositivos de regularização fundiária no município. 

De acordo com o diretor-presidente da Prolar, Dino Schrutt, atualmente, a estimativa é de que cerca de trinta por cento dos imóveis do município se encontrem com alguma irregularidade. A expectativa é de que o Programa viabilize a regularização de cerca de seis mil famílias até o fim de 2020. “Quanto a regularização fundiária, esse é o maior programa da história de Ponta Grossa. O prefeito Marcelo Rangel sancionou a lei em 2018 e agora, no ano de 2019, a regulamentação foi instituída por decreto. A partir disso, nossa expectativa é que até o final do ano que vem, cerca de seis mil famílias possam ser contempladas com o documento de regularização das suas casas próprias”, aponta Schrutt.   “Até o final de 2015, a média de atendimento do município era de pouco mais de 150 famílias por ano. A expectativa é de que nós possamos aumentar essa média em dez vezes e montar um plano de regularização para que, nós próximos cinco, dez anos, toda a cidade de Ponta Grossa esteja regularizada”, finaliza Schrutt

Da Assessoria de Imprensa



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *