Tratamento a laser é opção para estética íntima feminina

Tratamento a laser pode reduzir gases vaginal. Desconfortante, porém normal, o barulho de pum na relação sexual pode ser evitado

Muitas mulheres certamente já passaram por uma situação bastante incômoda que pode acontecer durante a relação sexual. Estamos falamos da flatulência ou gases vaginal. O ruído é muito parecido com um pum, mas não tem cheiro. A causa está na entrada de ar no interior da vagina, expelido durante o ato sexual ou até mesmo na prática de algum exercício físico.

Adriana Lopes, ginecologista e obstetra, explica que o músculo vaginal se contrai nestas situações e quando relaxa produz a flatulência, o que não pode ser controlada pela mulher, porém tratada de diversas formas.

Uma das maneiras, segundo a médica que atua com estética íntima, é o tratamento a laser. A proposta é estimular o colágeno e turgidez muscular, prática que reduzirá a ocorrência de flatulências. “O procedimento a laser é simples, realizado no consultório médico, com anestesia local”, explica.

Adriana observa que é importante que homens e mulheres saibam que a flatulência vaginal é normal e os gases vaginal acontecem devido ao constante bombeamento de ar no ato sexual. Como a vagina é um canal oco, em forma de tubo, fortalecendo a musculatura do assoalho pélvico se diminuirá o espaço para entrada do ar.

O ideal é que as mulheres, que se sintam desconfortáveis com a eliminação de flatos, procurem orientação médica, uma vez que o tratamento é bastante simples.

Sobre Adriana Lopes 

Ginecologista e obstetra com mais de 25 anos de experiência, Adriana Lopes (CRM PR 13.515 | RQE 5985) atua com ênfase em estética íntima feminina. A profissional presta serviços que promovem o bem-estar da mulher, qualidade de vida e autoestima feminina. 

Com informações da Assessoria de Imprensa/Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *