Força-Tarefa Infância Segura deflagra operação no Litoral

O combate a crimes de exploração sexual comercial de crianças e adolescentes foi o foco da operação deflagrada na madrugada desta quarta-feira (19) na região de Paranaguá. A ação fez parte de mais uma operação integrada da Força-Tarefa Infância Segura, coordenada pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

A força-tarefa que atua na prevenção de crimes contra a criança contou nesta ação com a parceria da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil – Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) e da Polícia Militar.

O secretário da Justiça, Ney Leprevost, explicou que a força-tarefa está desenvolvendo nesta nova etapa um processo de interiorização pelo Estado. “Vamos levar ações de prevenção, fiscalização e campanhas de conscientização para que possamos, com a parceria integrada de diversos órgãos, atuar no combate a crimes contra crianças e adolescentes em todo Paraná”, disse.

Segundo Felipe Hayashi, coordenador da força-tarefa e chefe do Departamento de Justiça da secretaria, essa foi a primeira operação na região litorânea baseada em denúncias e no mapeamento de possíveis pontos de exploração.

Ele explica que as operações integradas têm o objetivo de reprimir e especialmente prevenir ilícitos contra crianças e adolescentes. “Ao mesmo tempo, há a presença de forças de segurança em locais críticos, abordagem de suspeitos, fiscalização de estabelecimentos públicos, coleta de informações e a conscientização e sensibilização da população para que denuncie crimes dessa natureza via canal 181”, destaca.

Durante a ação foram abordadas cerca de 100 pessoas, todas identificadas pelos policiais. Também houve o mapeamento de seis locais que tinham mais indícios de exploração em função de denúncias e de outras operações. “Fiscalizamos diversos pontos da região portuária e abordamos pessoas em atitude suspeita, o que resultou na apreensão de 50 gramas de entorpecentes e um detido em flagrante por tráfico de drogas”, disse o tenente Lucas Correa dos Santos, da 1º Companhia de Polícia Militar, do 9º Batalhão, de Paranaguá.

Segundo o tenente, essa foi a primeira operação integrada no município envolvendo órgãos estaduais e federais. “Essa inovação gera o efeito de prevenção geral, inibindo a prática de crimes de aliciamento e exploração sexual de menores na região”.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Com informações da Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *